Arquivos Perdidos

O blog pessoal do Pedro Gabriel sobre RPG

Curtas: sugestões sobre dano não-letal em 3D&T

Estava eu refletindo sobre o recente post do Shido no .20 sobre excesso de violência no RPG e me peguei pensando sobre como tratar dano não-letal em 3D&T; mesmo porque, algo também levado em conta no artigo citado, o sistema possui sua parcela de colaboração se os personagens adotam ou não táticas mais ou menos violentas — não é que não seja possível fazer diferente, mas o sistema pode condicionar o jogador a, por costume, construir e utilizar seus personagens de determinadas. Comentário sobre o assunto feito, vou listar minha pequena série de sugestões sobre o assunto.

  • Assim como 3D&T não diferencia em princípio dano causado por diferentes fontes — exceto quando se leva em conta os tipos de dano e suas Vantagens e Desvantagens associadas –, ele também não diferencia em princípio se o dano é letal (ou seja, capaz de matar ou de ferir gravemente) ou não-letal (ou seja, quando a intenção é apenas nocautear ou encerrar o combate sem ferimentos). Uma sugestão comum é utilizar duas medidas de vitalidade, os Pontos de Vida para dano não-letal, e os Pontos de Ferimento para dano letal. Minha sugestão aqui é, de fato, diferenciar dano letal de dano não-letal, assim como se faz com os diferentes tipos de dano, sem ter que necessariamente criar mais um atributo ao sistema*.
  • Uma vez que dano não-letal é incapaz de matar ou ferir gravemente, considere que, quando um personagem chega a zero Pontos de Vida apenas com dano não-letal, ao rolar o Teste de Morte apenas os dois primeiros resultados sejam válidos. Assim, um resultado 1 ou 2 no dado equivale à condição Muito Fraco, enquanto um resultado de 3 a 6 equivale à condição Inconsciente.
  • Mas há um porém, o Castigo Contínuo. Se o personagem, na situação anterior (reduzido a zero PVs apenas com dano não-letal, e já tendo feito um Teste de Morte), continuar a sofrer dano não-letal, role o dado mais uma vez. Transforme aquela quantidade de dano não-letal em letal e role um Teste de Morte padrão (página 1d+26 do Manual Alpha); e, se o dano continuar (agora independente de ser letal ou não-letal), o Castigo Contínuo prossegue normalmente. Aliás, sempre que o personagem foi reduzido a zero PVs tanto com dano letal quanto com dano não-letal (sofreu pelo menos um ponto de dano letal), role o Teste de Morte padrão.
  • Considere que dano não-letal recupera-se mais rápido que dano letal, sob quaisquer formas (descanso, magias, itens, etc.). O quão mais rápido fica a seu critério, eu por exemplo adotaria duas vezes mais rápido.
  • Ao contrário dos tipos de dano, a gravidade do dano não é fixa em termos mecânicos (pode sê-lo em termos de background, como aquele personagem pacifista que na pior das hipóteses ataca causando dano não-letal, e jamais causando dano letal), podendo ser escolhida no momento em que o personagem causá-lo. Note que certas fontes de dano, ou mesmo certos tipos de dano, podem ter sua gravidade de dano fixa, o que em cada caso depende do bom-senso na situação em particular.

Por fim, uma regrinha extra para os pacifistas. Assim como há aquele Ataque Especial gratuito, em que qualquer personagem gasta 1 PM e recebe +1 na Força ou no Poder de Fogo na FA do mesmo, apresento a vocês uma versão menor e gratuita de Paralisia, gastando apenas 1 PM e com a mesma durando apenas um turno, e que logo qualquer personagem pode usar também.

* Agora entendo o temor do Cassaro quando acrescentaram-se os Pontos de Magia ao Módulo Básico 3D&T, a partir da versão Turbo: atributos demais minam a simplicidade pretendida pelo sistema.

Anúncios

23/05/2010 - Posted by | 3D&T, 3D&T Alpha, Curtas, RPG | , , , , ,

4 Comentários »

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Pedro Gabriel Sena, Pedro Gabriel Sena. Pedro Gabriel Sena said: Curtas: sugestões sobre dano não-letal em 3D&T: http://wp.me/pLFS7-3W […]

    Pingback por Tweets that mention Curtas: sugestões sobre dano não-letal em 3D&T « Arquivos Perdidos -- Topsy.com | 23/05/2010 | Responder

  2. Só um adendo, eu costumo não usar o Castigo Contínuo para dano não-letal. Mas é questionável, dá pra fazer danos letais com socos, né?

    Comentário por Fellipe Soares | 24/05/2010 | Responder

    • “Mas é questionável, dá pra fazer danos letais com socos, né?”

      É a diferença entre briga e espancamento, se uma pessoa apanha mais do que pode aguentar ela pode ficar gravemente machucada. Pelo menos foi nisso que pensei.

      Valeu a visita!

      Comentário por Pedro Gabriel | 25/05/2010 | Responder

  3. Outro caminho é, em vez do último item acima, fixar a gravidade do dano para a Força e o PdF do personagem, e se quiser mudar (causar dano não-letal quando o padrão é letal, ou vice-versa) impor um redutor de -1 na Força ou no PdF quando calcular a FA, exceto para personagens com Adaptador.

    Exemplificando: um personagem é treinado em usar espadas de modo tradicional (dano por Força, corte, letal); se quiser causar dano não-letal(usando a parte não afiada da espada, por exemplo) leva o redutor de -1 na Força em seus ataques.

    Comentário por Pedro Gabriel | 02/06/2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: